http://contextocronico.blogspot.com/

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

PRÉ-NATAL

tanto doirô a pílula
que nasceu um menino
loiro... embora de pau preto!?

5 comentários:

Gabriela Galvão disse...

huahauhah... Essa ilustração eh nova, msm,neh? Eu vi hj... Mt boa! hauhauh Ham... E a melanina fez uma seleção... Escolheu onde ia fincar morada?! Ñ entendi...

hahah... Mas ñ sei... Acho q ñ precisa, ñ, neh?

Sim, nosso combinado... Eu ainda ñ acabei; mas tô gostando mt!!

Abração!!!!!

atirandeletra disse...

Troque o pau pelo pai, metonimicamente, e a confusão estará formada... veja que leveza!!! (rs)

Luis Eustáquio Soares disse...

rsssss é por isso que a psicanálise diz que é o falo, o alo, ou a sua desmontagem, que interessa, no vazio de todos nós e na arrogância do cheio farsesco, a que nos impõe modelos. diante deles, viva a metamorfose:o pau preto no reto de qualquer vestígio de eurocentrismo.

arquiteliteraturas disse...

ORA BOLAS.

Unam-se os assim bi (colores, alvianil), para fortalecer o cordão dos ditos "bagos roxos". E sem necessidade de esforços, posto que de cara se verifica a procedência do produto, o que não garante a qualidade do cacho.

Ou, parafraseando Le Padre, "é o falo [...] que interessa no vazio de todo(@)s [...] e na arrogância do cheio farsesco que nos expõe a modelos. [...] pau preto no reto de qualquer vestígio de [...]centrismo".

Isso já é Pan!

atirandeletra disse...

Carai... carnavalizaram bonito o pau-brasil, hein!